10 de Dezembro de 2018

Prefeitura Municipal de Dom Feliciano

Compartilhe esta página
com seus amigos

Notícias

Você está: Notícias > Detalhe

Dom Feliciano sedia reunião regional do Verde é Vida

13 de Abril de 2018

Ontem, 12 de abril, na Câmara de Vereadores, aconteceu a primeira reunião pedagógica do projeto Verde é Vida 2018. Três escolas do Município receberam menção de destaque em dois projetos, desenvolvidos pela Regional Camaquã da AFUBRA – Associação dos Fumicultores do Brasil, que envolve 15 escolas.  As escolas Santa Terezinha, Padre Vieira e Catulino Pereira da Rosa se sobressaíram nos projetos Bolsa de Sementes e Coleta de Óleo Saturado. Meninas do Grupo Ambiental Amigos da Natureza, da Catulino, fizeram coreografia artística na abertura, que teve também fala do prefeito Clenio Boeira e dos coordenadores do Projeto, José Leon e Adalberto Huve.

O prefeito Clenio sugeriu que a AFUBRA, tendo um horto credenciado pela EMBRAPA, abrace o projeto Quintais Orgânicos que está definhando por falta de recursos. “Quem sabe, numa parceria, seja revitalizado este Projeto”, disse Clenio. A proposta da EMBRAPA privilegia técnica e princípios da produção de base ecológica, abordando questões culturais, étnicas, ambientais, alimentares, econômicas e medicinais. Cada quintal é constituído de cinco plantas de 18 espécies de frutas, selecionadas em função de suas características nutricionais e funcionais. As diferentes espécies de frutas incluem: pêssego, figo, laranja, amora-preta, cereja-do-rio-grande, araçá, goiaba, caqui, pitanga, romã, tangerina, limão, guabiju, araticum, uvaia, videira, jabuticaba e guabiroba. Em 2012, foram incluídos feijão, milho, abóbora, melancia e treze espécies de hortaliças, totalizando 35 opções de alimentos cultivados no interior do Quintal.

Verde é vida

Já o objetivo do programa da AFUBRA – Verde é Vida, criado em 1991, é desenvolver a educação socioambiental, visando a preservação do ambiente, educação no meio rural, sustentabilidade, diversificação e a valorização dos agricultores. O trabalho é realizado com palestras, pesquisa, experiências, programas de sensibilização ambiental e de ação socioambiental, Coleta de Óleo Saturado, Bolsa de Sementes, grupos ambientais, trabalhos científicos, distribuição de mudas e material didático pedagógico. O Projeto trabalha em parceria com municípios, escolas, alunos, professores e a comunidade escolar.