17 de Agosto de 2018

Prefeitura Municipal de Dom Feliciano

Compartilhe esta página
com seus amigos

Notícias

Você está: Notícias > Detalhe

Produtor@s já têm falta de água para animais e consumo humano

08 de Fevereiro de 2018
Evandro Szortika, de Cerro dos Coqueiros, tem a lavoura de milho perdida e está preocupado com a falta de água para os animais. O investimento no plantio foi cerca de R$ 8 mil e, desde o início de janeiro, vem sentindo os efeitos da falta de chuva. Na linha do Amaral, as dificuldades já começaram a se delinear desde novembro - Carlinho Rosiak teve perdas de fumo e milho. "A última chuva boa que deu foi em 18 de outubro", considera.
Lauro Pogozelski, da localidade de Remanso, tem aguada seca há quase um mês e calcula que a água para consumo humano dure menos de 24 horas. "Socorro", alardeia. Lauro tem uma lavoura de fumo sem chances de recuperação. "Pensei em passar o disco e plantar milho ou feijão para aproveitar os resíduos da adubação, mas sem chuva, opção abortada", diz. A produção de tabaco que era em torno de 250 arrobas vai ficar em 180.
Hermeselnes Dias‎ relata que na propriedade do pai e mesmo do sogro, na Linha do Amaral, o milho morre, as águas secam e os peixes definham. "É triste ver a nossa produção secando, depois de tanto trabalho e gasto com ureia e adubos", diz.
 
(Foto: Carlinho Rosiak)