26 de Maio de 2018

Prefeitura Municipal de Dom Feliciano

Compartilhe esta página
com seus amigos

Notícias

Você está: Notícias > Detalhe

Dom Feliciano decretará Situação de Emergência esta semana

08 de Fevereiro de 2018

Hoje (8/02), aconteceu reunião, convocada pelo executivo municipal, na Sala de Conferências da Galeria da Paróquia, para avaliação sobre a estiagem no município e encaminhamento de providências. Participaram representantes dos fruticultores, Associação João Cândido, Associação dos Piscicultores, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Associação Sutilzinho, Associação Carvalho, Conselho Municipal de Agricultura,COOPACS -Cooperativa Agropecuária Centro Sul, EMATER/ASCAR e, ainda, da Câmara de Vereadores, CORSAN e SICREDI. “Ficou decidido, em virtude dos dados apresentados, que o município decretará Situação de Emergência ainda esta semana”, diz o prefeito Clenio Boeira. Ontem (07/02), o Conselho de Agricultura também esteve reunido para um levantamento prévio, junto às associações rurais, dos dados, levados à reunião de hoje- percentuais de prejuízos nas diferentes culturas, existentes no município, foram discutidos. Calcula-se que, no momento, o município enfrenta uma queda de 36,9% no tabaco e 75% no milho. “Se não chover, o milho vai para 100%”, disse o presidente do Conselho Renato Stasinski. As outras atividades somam em prejuízos: apicultura - 90%, feijão – 55%, gado de corte – 35%%, gado de leite – 60%, piscicultura -55%%, melancia – 60%, hortifrutigranjeiros – 70%, uva – 25%, mel – 90%, e 35% na produção de ovinos. Conforme a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, 42 bebedouros para animais na área rural foram feitos e há ainda 128 solicitações. “Ontem, saímos para fazer quatro bebedouros e acabamos fazendo nove”, disse o Secretário, Marco Tyska. E, fontes protegidas foram construídas 12 e 25 limpezas de cacimba. O prefeito Clenio disse que a administração compôs uma “força-tarefa”, de forma que os serviços prestados pela Prefeitura foquem nas dificuldades que os agricultores e agricultoras estão enfrentando com abastecimento de água para consumo humano e criação de animais.