20 de Novembro de 2018

Prefeitura Municipal de Dom Feliciano

Compartilhe esta página
com seus amigos

Notícias

Você está: Notícias > Detalhe

Cemitérios têm vida para a celebração aos mortos

01 de Novembro de 2018
“Tu sofrerás, eu parecerei morto e não será verdade” diz o Pequeno Príncipe, do livro escrito por Sanit Exupèrry. “É longe demais, eu não posso carregar esse corpo, é muito denso, mas será como uma velha casca abandonada. Será bonito, sabes?” Hoje, 1º de novembro, toda gente já se dirige aos cemitérios, a limpar e enfeitar túmulos com flores coloridas em homenagem aos entes que partiram. A Divisão de Obras e Estradas Urbanas da Prefeitura realizou mutirão para manutenção dos cemitérios, além de obras no entorno deles, como encascalhameto e alargamento de estradas.
Receberam limpeza, roçado e outras melhorias o Cemitério Municipal e das localidades de Ariovaldo, Faxinal e Capivari. “Nosso trabalho maior foi no entorno, como o alargamento e encascalhamento das ruas 1º de Janeiro, General Osório e estrada do Campo do Umbu e limpeza do terreno nos fundos do Cemitério Municipal”, diz o chefe da Divisão Adairton Gama da Luz.
Seu João Tyska, 79 anos, foi com a companheira Conceição Silva, 73, limpar o túmulo dos pais. “Vou limpar tudo direitinho está bem?”, brinca Conceição, que ajuda Tyska a limpar o túmulo da primeira esposa dele. “Cuido bem do teu velho, fica tranquila”. Kathleen Duarte, 21 anos, com um balde e um paninho se dedica no jazigo do sogro, falecido em 2015. “Amanhã, vem toda família do meu marido, menos a m mãe dele que está hospitalizada”, diz. Angela Tretim se encarrega à tarefa todos os anos: “É uma obrigação da gente”.
No interior, a celebração aos mortos é um grande encontro entre as famílias. “Na localidade de Santa Rita, por exemplo, tradicionalmente, as pessoas montam barracas para passarem o dia no cemitério, fazem churrasco e confraternizam entre si”, diz Adairton